Duas formas de criar um dicionário

Publicado em 2009-05-25 por Vinicius Assef

Você não precisa criar dicionário apenas usando chaves. Veja as duas formas possíveis e as vantagens de cada uma delas.

A forma tradicional de criar um dicionário em Python é com as chaves:

>>> {"nome": "Armando", "fruta": "morango"}
{'nome': 'Armando', 'fruta': 'morango'}

A outra forma é usando o construtor do tipo dict:

>>> dict(nome="Armando", fruta="morango")
{'nome': 'Armando', 'fruta': 'morango'}

Essa última é mais confortável de digitar porque não tem tanto abre-e-fecha de aspas, mas ambas têm o mesmo efeito. A diferença está no potencial de cada uma delas.

A forma clássica, com as chaves, permite criar dicionários com chaves dinâmicas. Vejamos um exemplo:

>>> valores = [10, 3.5, 6]
>>> {"item_{}".format(i): v for (i, v) in enumerate(valores)}
{'item0': 10, 'item1': 3.5, 'item2': 6}

Por outro lado, se tivermos uma lista de tuplas, podemos usar a segunda forma diretamente:

>>> pares = [("1bi", 10), ("2bi", 3.5), ("3bi", 6)]
>>> dict(pares)
{'1bi': 10, '2bi': 3.5, '3bi': 6}

Esses foram apenas alguns exemplos de uso das duas formas para criar dicionários em Python. Agora você pode escolher qual usar, conforme sua necessidade.

Vinicius Assef

Eu sou apaixonado por Python e shell script.

Aprenda com seus erros e dê nome certo às coisas.